Virtual ou real?

Me pego o tempo todo cercada de gente existindo. E então você me pergunta se tem algo de errado nisso e eu respondo: é claro que sim. A ideia da vida é viver, ou eu perdi alguma coisa? Inventaram alguma nova lei que proíbe que você olhe nos olhos de alguém enquanto conversa e só permite que você conheça alguém se for num aplicativo de alguma rede social no seu mega smartphone?

Eu poderia dizer que as pessoas não fazem mais as coisas a “moda antiga”, mas seria mentira, onde que é algo antigo comer algo num restaurante sem estar munido de um celular nas mãos? Por favor, me explica essa, sinceramente. As pessoas não se conhecem mais, elas apenas se suportam e dão likes.

Tenho exemplos bem claros e motivos para estar indignada e vou dizer, nos últimos dois shows que fui acompanhada, esperava ir me divertir e ter sei lá, um momento entre amigos, porém nas duas ocasiões eu assisti o show por mim e só, assisti o show sozinha mesmo com um corpo bem ali do meu lado. De que graça tem estar no show se você só vê o músico através da telinha do celular? De que adianta toda a produção de áudio se você só vai ouvir as músicas pelos áudios que gravou pra mandar nos grupos do whatsapp?

Cansei de gente sem vontade de viver, entende? Não tô dizendo que abomino a internet e tudo mais, muito pelo contrário, eu gosto muito da forma como todo mundo consegue se aproximar através dela. Mas eu simplesmente me nego a comer com o celular na mão, me nego a levar o celular pras minhas aulas da escola, me nego olhar pro celular ao invés de olhar nos olhos…

Pense bem, é você que domina a rede ou a rede que te domina?

;*

Anúncios

Publicado por

Gabrielly Cabral

Gabrielly Raphaella Rodrigues Cabral, 18. Sou de São Paulo e amo essa cidade grande e barulhenta. Gosto de livros, filmes, músicas e etc. E acho que é só.

21 comentários em “Virtual ou real?”

  1. Acho importante saber separar os momentos da vida.

    Eu já não me imagino mais sem internet e sinceramente, adoro estar conectada 24h com tudo e todos.

    Mas sei separar as coisas, sei aproveitar momentos, largar um pouco. Basta saber dividir!

    Beijo :*

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eu também não suporto olhar para os lados e só ver pessoas no celular, estão juntas mas não conversam entre si,estão rindo mas não é umas para as outras… Odeio sair com alguem e essa pessoa fica lá no celular enquanto eu estou tentando conversar… Enfim,amei o seu post/ desabafo.
    Eu te indiquei em uma tag,da uma olhadinha https://umsonhoencantado.wordpress.com/2015/10/19/tag-versatile-blogger-award/
    Beijinhos!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Acho que estamos num processo de encontrar equilíbrio ainda… Para as gerações mais novas, não existe vida sem ligação íntima com a tecnologia e as redes e isso vai ser cada dia mais comum. Nós, que vivenciamos a transição, ficamos mais perdidos, mais alienados e mais indignados. Por isso, precisamos encontrar um equilíbrio. Tenho esperança de que isso vai acontecer!!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Até mesmo pros que nascem com essa ligação próxima as tecnologias é importante existir o contato com a vida fora daquilo e nós, com certeza em algum ponto acharemos o equilíbrio.
      ;*

      Curtido por 1 pessoa

      1. Importantíssimo!
        Observo que, com a tecnologia atingindo a pessoas de várias idades, os jovens às vezes se afastam daquilo que os pais começam a usar. Quem sabe, a partir disso, surge uma brecha pra esse tal equilíbrio né 🙂

        Curtido por 1 pessoa

  4. Cocordo com a Letícia, a internet se tornou parte da minha vida, não só para me conectar com amigos, e etc, mas também acho super importante saber dosar a medida do uso da internet, da mesma forma que ela nos conecta com amigos, ela pode nos distanciar deles! Acho que todos precisam saber a hora e momento ideial para ter o acesso, nem sempre é o momento ideal!

    Curtido por 1 pessoa

    1. A internet faz totalmente parte de nós, temos até blogs e tentamos ficar conectados o tempo todo, mas é preciso um equilíbrio é preciso saber viver com pessoas reais, no mundo real. A internet não existiria sem as pessoas reais.
      ;*

      Curtido por 1 pessoa

  5. Concordo com o que a Lari Reis disse. Estamos em processo de encontrar o equilíbrio. Mas assim como você Rapha, me recuso a deixar que a rede me domine. Fico realmente chateada quando saio ou estou com amigos e eles passam mais tempo conversando nos grupos do what’s, do quê olhando nos olhos e conversando com quem está ao lado. Mas, acredito que o equilíbrio virá!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Espero que chegue logo esse equilíbrio, a internet é sim um fator muitoooo importante atualmente, mas viver sempre foi e sempre será o mais importante.
      ;*

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s