Você já assistiu Keith?

large3Keith é um dos meus filmes preferidos da vida, a primeira vez que eu assisti esse filme eu tinha uns 13 anos e eu achei fantástico e desde então a minha opinião não mudou. É um filme bem dramático e quem chora assistindo filmes, provavelmente vai se emocionar assistindo esse também. Eu choro toda vez que eu assisto de novo. large1haha

O filme fala sobre um garoto misterioso chamado Keith (Jesse McCartney), ele nunca deu muita bola pra escola e não é de muitos amigos, mas de uma hora pra outra ele começa a se aproximar da garota mais popular da escola, no inicio ela resiste, porém logo se apaixona pelo rapaz.

A história se desenrola de um jeito super clichê, só que ela percebe que ele tem um segredo e isso abala completamente a relação dos dois, porque assim que ela descobre o segredo dele ela descobre também o porque dele ter se aproximado tão de repente dela.

Eu não vou contar mais, porque se não acaba com a graça toda. Seria legal se vocês assistissem e me dissessem o que acham, tem facilzinho pra assistir na internet.

Ele é um filme independente, lançado em 2008 e dirigido por Todd Kessler. Não é o melhor da história do cinema independente em termos de inovação e diferenciação dos Blockbuster, mas pra quem gosta de um romance de vez em quando é legal.

large4large2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Coloquei alguns trechos do filme no post só pra ver se aumenta o interesse de vocês. haha ❤

 

 

Anúncios

Link’s: Assistir Clássicos Online

large1

Ei, você! Você mesmo que também gosta de passar o fim de tarde de baixo das cobertas assistindo um filminho vai gostar dos links que eu trouxe nesse post.

Achei esses sites ótimos para assistir apenas o clássicos , aqueles antiguinhos que com certeza não tem na netflix.

E aqui estão eles:

Pijama Surf – Nesse site eles disponibilizam uma plataforma com 100 clássicos pra você ver de graça e online, o que é ótimo. Porém eles não estão legendados nem dublados, ou seja, você vai ter que entender no idioma original. Isso é bom pra treinar o inglês.

Cinema Livre – Esse site é o melhor na minha opinião. Os filmes estão dublados, é tudo organizado por título e existem rankings dos filmes, nele também você pode criar sua própria conta e adicionar favoritos, os que você quer assistir mais tarde e tudo isso de graça se você não puder assinar as formas de cadastro que são pagas.

MemoCine – Já nesse aqui a plataforma é bem grande, achei o site bem ajeitadinho. Fora que eles tem uma aba reservada para mostrar a biografia dos atores, atrizes e de todo mundo que faz parte dos filmes.

E ai, o que acharam? Gostaram? Fala pra mim aqui nos comentários, compartilhem informações, tudo que envolve cinema é muito bem vindo ❤

Filme: Amor e Outras Drogas

O-Amor-e-Outras-Drogas

Sinopse: Jamie Randall (Jake Gyllenhaal) é um garanhão incorrigível, do tipo que perde a conta do número de mulheres com quem já transou. Após ser demitido do cargo de vendedor em uma loja de eletrodomésticos por ter seduzido uma das funcionárias, ele passa a trabalhar num grande laboratório da indústria farmacêutica. Como representante comercial, sua função é abordar médicos e convencê-los a prescrever os produtos da empresa para os pacientes. Em uma dessas visitas, ele conhece Maggie Murdock (Anne Hathaway), uma jovem de 26 anos que sofre de mal de Parkinson. Inicialmente, Jamie fica atraído pela beleza física e por ter sido dispensado por ela, mas aos poucos descobre que existe algo mais forte. Maggie, por sua vez, também sente o mesmo, mas não quer levar o caso adiante por causa de sua doença.

O que achei do filme: Primeiro vamos colocar que o filme tem um clima descontraído e ao mesmo tempo dramático. E tudo isso se transforma com a chegada da Maggie, que é uma personagem incrível e muito bem construída assim como Jamie.

Gostei do inicio e do desenrolar todo do filmes, já que o clima romântico também divide espaço com a parte da vida profissional do Jamie. Mostra todos o progressos que ele tem, os problemas familiares e o porque de ele não ter escolhido fazer medicina.

Outra figura que gostei bastante no filme é o irmão do Jamie, que é um Geek, que passa boa parte do filme sofrendo com o possível divórcio, depois de dez anos casado, também durante o desenrolar da história e de algumas  experiências que ele passa é possível entender o porque da separação e se ele volta ou não pra sua esposa.

Enfim, é um filme doce, romântico e divertido. Eu gostei muito, porém achei o final bem previsível, mas eu recomendo muito pra quem gosta de assistir filmes românticos, com histórias dramáticas e personagens complexos.

Trailer:

Aqui eu separei alguns trechos do filme que eu achei pela internet:

O medo de viver

large2

O medo de viver nos assombra a cada dia. Não é atoa que cada vez mais as pessoas se prendem a ferramentas que as privam da convivência e do contato social. É mais fácil ser alguém na rede, do que ser alguém na vida.

Nunca falo de medos, ou crítico e aponto alguma reflexão sem que eu me coloque no meio disso, só falo do que tenho experiência. Porém nesse caso, o meu medo não é viver, mas sim ficar presa atrás de telas.

Mesmo assim minha ideia também não é a de ser vista por muitos na vida real, nem ser notada ou aplaudida. Quero ser vista e reconhecida por mim mesma e muitas vezes é mais fácil agradar os outros do que satisfazer a nós mesmos com quem somos.

Mas medos precisam ser superados, as pessoas precisam entender que 48 horas sem um aplicativo pode ser superada, nós aprendemos a falar e nos socializar, entende? A vida é mais que um aparelho telefônico, a vida é muito mais que as decepções e reclamações que a gente faz todo o tempo.

Então chega de choro por causa de um aplicativo de mensagens instantâneas, chega de compartilhar reclamações e lamentações nas demais redes sociais. Vai compartilhar amor, tenho certeza que vai render muito mais.

10 coisas que aprendi no ensino médio

large1

Acabei de saber que fui totalmenteaprovada no meu TCC, ou seja, chega de ensino médio pra mim \o/

E pra marcar o fim dessa fase resolvi fazer uma lista de 10 coisas que eu aprendi durante esses 3 fucking anos de ensino médio. Claro que provavelmente eu aprendi muito mais do que apenas 10 coisas, mas vou litar as mais marcantes. Vamos lá:

  • Você não precisa gostar de todo mundo e nem todo mundo vai gostar de você.

Parece bem simples e prático, mas não é. Tem gente que não gosta de você logo de cara, assim como tem gente que você não vai suportar passar pelo mesmo corredor e nem você, nem as outras pessoas precisam forçar algo que não existe. Acontece, ninguém é igual a ninguém e muito menos obrigado a alguma coisa.

  • Não é regra fazer parte de um grupo só, você pode ter amizade com todo mundo que você quiser ou apenas não estar com ninguém.

Você não precisa se prender a um grupo determinado de amigos, ou andar só com o BFF. É até bom experimentar fazer intercâmbio por todos os grupinhos pra conhecer diferentes tipos de pessoas. Ou se você estiver afim, não tem problema nenhum ficar na sua, as vezes é até bom pra organizar os pensamentos e colocar algumas coisas em ordem, fora que não existe melhor companhia do que a gente mesmo.

  • Saiba quem é amigo e quem é colega.

Outra coisa que parece que a gente aprende do nada, mas não aprende não. Tem que quebrar a cara algumas vezes pra entender bem a lição. Então vamos lá, passo a passo. Tem gente que vai se aproximar quando você estiver mal, sendo super atencioso e querendo saber “o que que foi?”, entenda que no mundo existem mais curiosos do que gente que realmente se importa.

Tem a galera que vai te ouvir e espalhar, um grupo de pessoas que vai ouvir, sem contar nada pra ninguém – muitas vezes é realmente bom só desabafar – porém essas pessoas não vão acrescentar em nada e tem uns três ali que são seus amigos.

Dá pra se divertir com todo mundo, dar risada, mas no fim você vai acabar percebendo quais as pessoas que valem a pena ser mantidas. Porque colega de rolê você encontra em qualquer lugar, até na internet.

  • Amizades e amores acabam, sim.

Tem sim muito namoro que sobrevive ao ensino médio e muita amizade que ultrapassa as barreiras dos mimimi’s da adolescência, claro.

Mas se acontecer uma briga, um término, não pense que o mundo acabou e que você nunca mais terá amigos na vida, não é assim. Essa fase é uma fase de muita mudança, onde você descobre que virou amiga de gente que nunca pensou que fosse conversar e se afasta de gente que nunca se imaginou longe.

E quanto aos namoros, tem várias pessoas que terminam e reatam, pode acontecer com você, se valer a pena, claro. Se não valer, apenas deixe ir, combinado? A vida não acabou.

  • Não tente seguir caminhos que não são seus.

Como eu já disse, é uma fase onde encontramos pessoas diferentes, então não mude pra fazer parte do grupo e não mude pra tentar ser legal. O máximo que você vai conseguir é ser babaca.

Vai ter o pessoal que curte andar de skate e você não precisa querer andar de skate, vai ter o pessoal que gosta de umas coisas um tanto diferentes, que você não tem que fazer se você não quiser “você não é obrigado a nada”, então não se deixe convencer.

  • Seu estilo musical vai mudar muito.

Sim, isso é um ponto muito importante na vida, ué. Você vai perceber que existe música boa em todo estilo musical, assim como existe música ruim em todos eles.

A partir daí você vai estar ouvindo tudo o que te agrada sem se preocupar com o gênero.

  • É sempre bom ter sua própria opinião sobre todas as suas escolhas.

Por mais que você tenha amigos pra te aconselhar, nem sempre a opinião deles vai bater com a dos seus outros amigos ou com a sua. Então na hora de tomar decisões importantes peça conselho, sim, mas já tenha noção do que você quer, porque aí fica mais fácil de ouvir o que os outros tem a dizer pra você.

E se mesmo assim a sua opinião não bater com a de ninguém e você quiser fazer mesmo assim, FAÇA!

  • Não se pode saber tudo sobre tudo, não se torture.

Aceite o fato de que vai ter gente melhor que você em história e que você pode até ser melhor que alguns colegas em matemática. Isso não importa.

Decida o que mais te interessa e corra atrás, não perca tempo querendo saber absolutamente tudo nas matérias da escola ou tudo sobre a vida, é melhor filtrar o que é mais importante pra você saber, se não você vai acaber sem saber de nada.

  • Não faça drama.

O drama não vai te ajudar em nada, nem em ganhar aquele pontinho que você tá precisando no fim do semestre.

Chorar e agir como se o mundo tivesse acabando nunca vai adiantar em nada, você sabe que não tem a pior vida do mundo, então é melhor ser grato pelo que tem e ver tudo com bons olhos do que ficar choramingando por besteira.

Como já diz Emicida: VAI, LEVANTA E ANDA.

  • Errar é muito importante.

De uma forma ou de outra a gente sempre aprende pelos erros, se você for analisar toda essa lista que eu estou construindo, ela só pode ser constituída com base nos meus erros durante 3 anos.

Eu tentei agradar todo mundo, tentei fazer parte de um grupo, achei que todo mundo fosse amigo, achava que tudo era eterno, quis tomar atitudes que não eram do meu feitio, achei que rock era sensacional e que funk não prestava em sentido nenhum, algumas vezes quis ir pelos outros e não por mim, já quis saber tudo e percebi que eu estava só no começo de tudo e com certeza já fiz muito muito drama.

Mas graças a todas essas derrapadas e quedas gigantescas, eu me tornei quem eu sou e sou muito grata a cada situação, fase e pessoa que passaram pela minha vida durante esses anos.

 

Acho que é post mais longo que já fiz, espero que curtam.

;*

Dicas para o calor

Eu não faço post sobre saúde e esse tipo de coisas, mas eu tenho uma ideia de algumas coisas que podem ajudar as pessoas no calor, pelo menos me ajudam e acho que não estou sozinha no mundo e que vai ter alguém em algum lugar que vai se identificar comigo. Então vamos lá pras dicas:

  1. Beba muita água. Se em épocas normais do ano a gente precisa sempre se manter hidratado, nas épocas mais quentes é indispensável sempre ter uma garrada de água na mochila.
  2. Passe protetor solar. Pra evitar ricos maiores de doença ou até queimaduras, sempre saia usando protetor solar e se possível acho bom sempre usar uma sombrinha também.
  3. Coma bastante fruta. Elas ajudam a manter a hidratação e também são mais leves que o que costumamos comer nos dias normais, o que é sempre mais agradável pra não passar mal ou coisas assim.
  4. Use roupas leves e confortáveis. Escolha os sapatos mais abertos e as camisetas mais claras e larguinhas, fica mais agradável já que transpiramos muito mais no calor.
  5. Não esqueça o desodorante. Nada mais desagradável do que passar o dia todo com um cheirinho ruim, então é sempre bom prevenir e andar sempre com um desodorante na bolsa.

Essas são as dicas que eu tenho pra passar, são as principais, mas pras garotas é uma boa época de fazer novos penteados e quem sabe tomar coragem pra fazer aquele corte de cabelo bem curtinho? É preciso coragem, mas no final sempre fica lindo o cabelo longo ou curtinho.

Espero que todo mundo aproveite o verão que ta chegando ai e quem sabe use alguma das dicas, se você tem alguma outra dica que eu não citei aqui, me conta nos comentários.