Semana Motivacional do QG

large1
Foto: We Heart It

Sabe quando bate aquela preguiça de fim de tarde e a única coisa que precisamos é tirar um cochilo para sentir nossas forças se renovarem? Ai está a motivação, entende?

As vezes é necessário parar um pouco pra tomar folego, recuperar as forças, ajeitar um pouco as ideias e entender bem onde queremos realmente chegar. Depois disso tudo fica mais claro e então podemos seguir em frente nos motivando e apoiando nossos próprios projetos.

O que eu realmente quero dizer com esse texto é que não é só porque paramos um pouco para recarregar as nossas energias que estamos desistindo ou desmotivados, o descanso faz parte do processo e é tão importante quanto cada uma das outras partes da jornada rumo aos nossos sonhos, objetivos e metas.

Respeite seu tempo e não se sinta fraco quando precisar desacelerar um pouco, se sinta pronto e recarregado para poder enfrentar o que estiver a diante.

 

12191717_10207450342518984_5470877887559865017_n

Filme: Scoop

Woody Allen é o direitor desse filminho, mas ele também atua, ele faz o papel de um velho mágico que tem muito orgulho da sua profissão. Ele leva uma vida normal e sem muitas emoções, até que em um de seus shows ele convida uma moça da plateia para fazer um de seus truques costumeiros e a partir daí várias situações divertidas, misteriosas e também muito perigosas começam a acontecer.

Achei o filme normal, nada de incrível, porém as reviravoltas dão um ar interessante ao filme. As atuações são boas, a fotografia é boa também.

O que mais me chamou a atenção no filme foi a forma como a morte é retratada nele, já que logo de início tem um personagem importante para a trama que está morto antes mesmo do filme começar a se desenrolar.

Pra quem tiver interesse o filme está disponível na Netflix e por lá a média é de 3 estrelas.

Você já assistiu Keith?

large3Keith é um dos meus filmes preferidos da vida, a primeira vez que eu assisti esse filme eu tinha uns 13 anos e eu achei fantástico e desde então a minha opinião não mudou. É um filme bem dramático e quem chora assistindo filmes, provavelmente vai se emocionar assistindo esse também. Eu choro toda vez que eu assisto de novo. large1haha

O filme fala sobre um garoto misterioso chamado Keith (Jesse McCartney), ele nunca deu muita bola pra escola e não é de muitos amigos, mas de uma hora pra outra ele começa a se aproximar da garota mais popular da escola, no inicio ela resiste, porém logo se apaixona pelo rapaz.

A história se desenrola de um jeito super clichê, só que ela percebe que ele tem um segredo e isso abala completamente a relação dos dois, porque assim que ela descobre o segredo dele ela descobre também o porque dele ter se aproximado tão de repente dela.

Eu não vou contar mais, porque se não acaba com a graça toda. Seria legal se vocês assistissem e me dissessem o que acham, tem facilzinho pra assistir na internet.

Ele é um filme independente, lançado em 2008 e dirigido por Todd Kessler. Não é o melhor da história do cinema independente em termos de inovação e diferenciação dos Blockbuster, mas pra quem gosta de um romance de vez em quando é legal.

large4large2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Coloquei alguns trechos do filme no post só pra ver se aumenta o interesse de vocês. haha ❤

 

 

Playlist: Julho/16

large6
Foto: WeHeartIt

Durante o mês eu tenho descoberto umas músicas novas, então resolvi criar uma playlist por mês e compartilhar com vocês ❤ e também pra daqui uns meses eu possa “voltar no tempo” ao ouvir novamente essas músicas, como uma capsula do tempo que me traga de novo as sensações sobre o que estava acontecendo na minha vida no momento em que eu mais ouvi essas músicas. O que vocês acham da ideia?

Está aqui a Playlist:

A Palylist vai ser atualizada até o último dia do mês e depois disso eu vou criar outra para o mês seguinte. Vocês podem acessar quando vocês quiserem, vindo nesse post ou seguindo meu perfil no Spotify ❤

Espero que gostem e experimente também.

 

 

Série: Stranger Things


Stranger Things é a mais nova série produzida pela (maravilhosa) Netflix. A série estreou no fim de semana passado e já conquistou muitos corações.

É uma série de suspense e um tanto de terror também, o elenco é composto por crianças que dão um baile em muitos atores mais velhos, vale muito a pena assistir esses(as) garotos(as).

large5

Episódio Piloto:

O primeiro episódio não é só introdutório, ele já adianta bastante e da uma ideia sobre como a série vai desenrolar. Dá pra ver que a série não vai ser daquelas que te enrolam sem ter história pra contar, eles realmente tem o que dizer.

Já nesse episódio um garoto desaparece de forma bem sinistra e misteriosa, todos na cidade vão atrás dele.

Enquanto um garoto some, há uma garota que aparece na cidade que está fugindo de uma área que é isolada na cidade. Nas cenas em que ela aparece dá pra perceber que ela tem algum tipo de “poder sobrenatural”.

***

Eu não quero contar mais, pra não correr o risco de dizer algum spoiler e também porque ainda não acabei a temporada toda. Mas prometo atualizar o post assim que terminar.

E vocês o que tem pra me dizer sobre essa sériezinha que acabou de chegar, mas já mora no nosso coração?

A vida é um nó 

A gente pensa que algum dia vai acordar e estar preparado pra tudo que a vida tem preparado pra nós, mas não é bem assim. Essa reparação não e instantânea, é algo a ser construído.

Só que nem tudo é assim, existem dias em que a gente realmente acorda pronto pra tomar as atitudes mais radicais das nossas vidas. E em outros nos levantamos com respostas para questões que carregamos há anos.

Se um dia me disserem que a vida é  uma linha reta eu terei que discordar, a vida é um nó e nossa função não é desfaze-lo, mas sim conviver com as constantes mudanças pelas quais passamos.

A cada momento estamos em uma fase diferente que nos vai trazer as sensações mais diferentes, não existe nada mais lindo que isso e o que eu mais quero é aproveitar cada um desses detalhes que a vida nos proporciona.

Conclusões sobre o primeiro semestre de faculdade


Faz um tempo desde que eu fiz o primeiro post sobre a faculdade e nele eu falava sobre as minhas primeiras impressões e expectativas para os meus primeiros seis meses de aula, quem não viu pode clicar aqui para ver o outro post, mas agora que já passou o primeiro semestre.


Como eu citei quatro coisas no primeiro post, vou seguir o mesmo padrão aqui, então vamos lá:

1º Tirar nota máxima continua sendo

Parece besteira, mas é sempre bom ver que o nosso esforço ao estudar é recompensado com uma nota alta. Achei que não ligaria mais pra isso, só que eu ainda gosto.

2° Amizades loucas

Por causa da diversidade de pessoas que estudam no mesmo lugar, a gente acaba conhecendo e conversando com pessoas que são bem diferentes da gente e isso é ótimo.

3° Definitivamente maturidade e idade não estão ligadas 

Infelizmente algumas dessas diferenças entre pessoas as vezes resultam em desconfortos. Tive o desprazer de presenciar bullying dentro de uma universidade, achei que depois de certa idade isso não fizesse mais parte do comportamento das pessoas, mas infelizmente faz sim.

4° Estudar por conta é a palavra chave

Não adianta esperar conteúdo mastigado e muito menos esperar que o professor traga extras, é uma obrigação como futuro profissional ir atrás de tudo que for necessário para ter um conhecimento completo.


Essas são minhas pequenas conclusões sobre esse primeiro semestre, ainda tenho alguns pela frente e espero que cada vez melhores.